segunda-feira, 17 de março de 2008

Bossa Conference '08: o primeiro dia

Estou partipando da segunda edição do Bossa Conference, que está sendo realizado em Porto de Galinhas, Pernanbuco, organizado pelo INdT - Instituto Nokia de Tecnologia. Vou procurar mostrar a visão de um participante, não a jornalística. Essa outra cobertura está sendo muito bem feita pelo Henrique Martin, do Zumo (que eu pretendo conhecer ao longo do evento). Vim a convite do pessoal do INdT, enviado pelo IST - Instituto Superior Tupy.

Sou um dos pouco mais de duzentos privilegiados, que estão aqui para conhecer e discutir tecnologias voltadas à computação móvel e software livre. Além disso, a organização deixou claro desde a abertura hoje de manhã, que uma razão da conferência é permitir que as pessoas se conheçam, incluindo aí desenvolvedores e pessoas que fazem uso das tecnologias.

Cheguei aqui no domingo às 21:00, após uma saga que se iniciou ãs 8:30 da manhã, passando por uma viagem de carro de Joinville até Curitiba, um vôo até Congonhas/SP, outro até o Galeão, mais um de lá até Recife e depois um outro passeio de microônibus até o local do evento. Isso tudo incluindo correr por dentro de aeroportos e outras aventuras. Muitas barrinhas de cereais depois, cheguei ao meu destino. Depois de uma boa (a primeira) refeição, um banho e uma noite de sono, eu estava pronto pro início do evento.

Como é de se esperar num evento como esse, encontrei muitas figuras carimbadas do mundo da tecnologia e do software livre. Não vou citar nomes pra deixá-los à vontade. Eles deverão ser entregues nas fotos do evento, que serão publicadas no futuro. Pude ver muitos notebooks, smartphones e tablets em todo lugar, como era de se esperar. E a organização do evento estimula muito isso, criando uma sala especialmente dedicada ao uso desses dispositivos, com mesas redondas, puffs, e conexão à rede sem fio. Café e água também existem em todo lugar. Falando na conexão à Internet, ela existe em todo lugar por aqui: cabeada nos quartos, de onde estou escrevendo e sem fio em toda área do evento, restaurante e lobby do hotel. Uma infra-estrutura impecável.

Participei hoje de dois workshops, cada um com duas horas de duração. No mesmo horário, ocoriam mais dois conjuntos de duas palestras de uma hora. Ou seja, foram oito palestras e dois workshops no dia de hoje. Apesar disso, o evento se encerrou às 16:00, com muita comida. Pelos menos foi o que disseram, por que nosso workshop se estendeu e quando chegamos só tinham sobrado as bebidas.

Pela manhã, participei de um workshop sobre programação em Python para celulares Nokia série 60, ministrado pelo Daniel Rocha, da Nokia. Já havia tido a oportunidade de ver alguma coisa sobre PyS60 na PyConBrasil 3, mas hoje pude sentar calmamente e participar de todo o workshop. Sempre me impressiona o que se consegue fazer com Python em tão poucas linhas e com tanta facilidade. (nota mental: preciso arrumar uns aparelhos desses pra usar nas aulas). Instalamos os aplicativos de sincronização no notebook, criamos aplicações e executamos no celular, criamos aplicações com componentes gráficos complexos, acessamos diversos recursos do celular tirando fotos, gravando vídeos. Isso tudo nas duas horas que durou a oficina.

Depois do almoço de algumas conversas e de um cochilo, participei do workshop sobre Programação para a plataforma Maemo, ministrado pelo Mário e pelo Leandro, da UFCG. No caso desse treinamento, eu já tinha visto alguma coisa no Tech Day, realizado em Joinville no final de 2007, mas fiz questão de sentar e participar como um bom aluno, configurando o equipamento pra conectar no notebook, digitando, transferindo e testando código. Novamente, todos os participantes se mostraram impressionados com a facilidade de desenvolver aplicações ricas em recursos utilizando Python. Um destaque para o projeto Easy, que facilita em muito a criação de aplicações para esta plataforma, utilizando Eagle e outras tecnologias. Já tenho utilizado o eagle para projetos em aulas com alunos, mas vê-lo rodando no N800 me deu novas idéias!

O primeiro dia do Bossa Conference foi muito proveitoso. Temos ainda um evento social à noite, fora do hotel. Amanhã pretendo escrever sobre esse final de dia e o segundo dia do evento. Até lá.

Atualizado: Fotos:





Postar um comentário